AMM e região das Missões representadas na Assembleia dos 30 Povos Jesuítico-Guarani

0
138

Entre as tratativas da participação da região, está a realização de um evento em São Miguel das Missões com a governança dos 30 Povos

Dando seguimento às ações integradas da Ruta Jesuítica Internacional, entre os dias 19 e 20 deste mês, em San Ignacio Guazú, Província de Misiones no Paraguai, uma comitiva missioneira, coordenada pelo diretor do Departamento de Turismo (Detur) da Funmissões e prefeito de São Nicolau, Ricardo Klein, participou da Assembleia dos 30 Povos Jesuítico-Guarani, que aconteceu na Universidad Católica Nuestra Señora de la Assuncion.

O evento tem o objetivo de discutir e aprofundar os conhecimentos das raízes históricas e culturais dos religiosos jesuítas e dos índios Guaranis.Os 30 Povos estão distribuídos em 7 do lado do Brasil, 15 da Argentina e 8 Povos do Paraguai.

Em sua 9ª edição, a assembleia teve como tema os 250 años de la Expulsion de la Compañia de Jesus de la Provincia de Paracuaria, e reuniu representantes do Brasil, Argentina e Paraguai. Da região das Missões/Rio Grande do Sul/Brasil, companharam o diretor do Detur, o secretário Executivo do Departamento de Turismo, Marcos Mattos, o secretário de Turismo de Santo Ângelo, Osvaldir Ribeiro, e os representantes do Caminho das Missões, Marta Benatti, José Roberto de Oliveira e Romaldo Melher.

Ruta Jesuítica Internacional
Conforme explanou o prefeito Ricardo Klein, que representou o presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), Brasil Antonio Sartori, “foi de suma importância a participação da comitiva da região missioneira em razão da troca de experiências, informações relevantes e para colocar em prática as atividades conjuntas, que vêm sendo desenvolvidas para viabilizar a Ruta Jesuítica Internacional”. Klein reiterou o valor da internacionalização do Caminho das Missões, que será lançado oficialmente em setembro deste ano, em San Ignácio Guazú, primeiro dos 30 Povos, e em Santo Ângelo, o último a ser criado.

O diretor do Detur acrescentou que foi tratado com os secretários de Integração e Turismo da Província de Itapúa, Marcos Leguizmen e Emílio Falcon, a realização de um evento em São Miguel das Missões, ainda em 2017, com a governança dos 30 Povos, para fortalecer a Ruta Jesuítica Internacional.

Civilização Jesuítico-Guarani
Segundo o ministro de Cultura do Paraguai, Fernando Griffith, um dos palestrantes, são mais de 400 anos de história desde a chegada da Companhia de Jesus da América Latina. “Mais do que nunca precisamos reafirmar os valores e ideais da civilização jesuítica-guarani, que jamais poderemos esquecer no tempo”, enfatizou Griffith. Sacerdote de origem Guarani, o padre jesuíta, Lino Flores, salientou que existe uma grande dívida dos países latinos com os índios Guaranis; e que a “Mãe Natureza” está doente, pois já não provém para seus irmãos indígenas com a emsma intensidade que há três séculos.

Valor Histórico e Cultural
De acordo com o secretário Executivo do Detur, Marcos Mattos, “a comitiva missioneira também foi recebida pelo presidente da maior cooperativa agrícola do Paraguai, Colonias Unidas, Agustin Konrad, que garantiu total apoio à a internacionalização do Caminho das Missões, na área de atuação da cooperativa”.

Mais de 100 historiadores e gestores participaram do evento, que ocorre anualmente. O intendente anfitrião de San Ignacio, Carlos Jorge Alfara, agradeceu a presença de todos os países presentes, e reafirmou a importância histórica e cultural da cultura Jesuítica/Guarani para o Paraguai. Os representantes da AMM/Funmissões também visitaram as Reduções de San Cosme Y Damian, Trinidad, San Ignácio Guazú, Santa Rosa de Lima e La Cruz.

 

FOTOS: Divulgação