Com 50 anos de história no ensino superior, URI Santo Ângelo completou 27 anos como Universidade Comunitária

0
157

Com mais de 50 anos de história no ensino superior, a URI Santo Ângelo completou no domingo, 19, 27 anos como Universidade, condição que exige a manutenção de pesquisa científica e projetos de extensão, além do ensino e que, no caso da URI, a aproxima e compromete junto aos Missioneiros, pelo fato de ser comunitária. Como tal, é integrante do Consórcio de Universidades Comunitárias Gaúchas- COMUNG, que reúne PUC/RS, Unisinos, Feevale, UNISC e Unijuí, entre outras. Fundado em 1993, tem como compromissos básicos a qualidade universitária, a democracia, a comunidade, a participação no processo de desenvolvimento social, cultural e econômico da região e com a manutenção de suas características de instituição pública não-estatal.

Foi a partir de 1992, que a então Fundames uniu-se a instituições de ensino superior de Frederico Westphalem e Erechim, mais tarde a São Luiz Gonzaga e Cerro Largo e Santiago, constituindo uma Universidade multicampi e comunitária.

Referência educacional na região, o câmpus de Santo Ângelo conta com cerca de quatro mil estudantes, oriundos de 70 municípios, que têm à disposição 22 opções de ingresso em cursos de graduação, pós-graduação lato-sensu e stricto-sensu – mestrados e doutorado, além da Escola de Educação Básica e Profissionalizante.

Com um corpo docente qualificado – mais de 90% são mestres e doutores – a Universidade mantém convênios que possibilitam a mobilidade internacional para estudantes e professores. A estrutura física do câmpus mantém 124 laboratórios em diferentes áreas do conhecimento, uma biblioteca com mais de 150 mil exemplares, dois ginásios de esportes e três auditórios.

O desenvolvimento regional e a inovação caracterizam-se como foco da Instituição na prática. Nesse sentido, merecem destaque projetos como a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica – Urinova; o Tecnouri Missões – Parque Científico e Tecnológico da Região das Missões; o Polo de Modernização Tecnológica das Missões; e o NITT – Núcleo de Inovação e Transferência Tecnológica da URI Santo Ângelo.

Enquanto a reitoria da URI tem sede em Erechim, Santo Ângelo sedia a FuRI – Fundação Regional Integrada, que é a mantenedora da Universidade, instituição constituída por seis unidades: Santo Ângelo, Erechim, Frederico Westphalen, Santiago, São Luiz Gonzaga e Cerro Largo.

Atualmente, o reitor da URI é o professor Arnaldo Nogaro e o presidente da FuRI, o professor Jacson Roberto Cervi.

O câmpus de Santo Ângelo tem como diretor-geral Gilberto Pacheco, diretor-acadêmico Marcelo Stracke e diretora-administrativa, Berenice Rossner Wbatuba.

Publicidade