Construção de açudes contribui com reserva de água em São Miguel das Missões

A construção e a reforma de açudes estão entre as alternativas encontradas por agricultores de São Miguel das Missões para o enfrentamento de período de estiagens, com reserva de água. Para que as demandas nesta área fossem atendidas, estratégias foram construídas em conjunto pelo Conselho Municipal de Agropecuária, Prefeitura e Emater/RS-Ascar, parceira da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr).

O trabalho de reservação de água foi intensificado a partir de demanda apresentada e discutida pelo Conselho Municipal de Agropecuária no início deste ano, quando a estiagem atingiu o município. A partir do debate, instituições do município passaram a traçar e executar estratégias. A equipe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar, coordenada pelo extensionista Gomercindo Vargas, é responsável pelo levantamento de demandas e elaboração de projeto técnico de reforma ou construção de açudes, seguindo a legislação ambiental. A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura, disponibiliza as máquinas e o agricultor contribui com o custeio do combustível.

Vargas relata que, até o momento, “o Escritório da Emater realizou o levantamento e elaborou projetos para construção ou reforma de 22 micro açudes no município. Destes, sete são reservatórios de água que, com a retomada das chuvas, começaram a captar água e encher”.

A maior parte dos beneficiários é agricultores, assentados da Reforma Agrária, que têm como atividade principal a produção de leite e de hortigranjeiros.

Entre os próximos passos está prevista a construção de sistema de irrigação. Dois destes projetos já estão sendo elaborados, sendo um para atividade de leite e o outro, para olericultura.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar – Regional Santa Rosa

Fonte: EMATER/RS