Dia Internacional do Idoso é celebrado neste 1º de Outubro

Instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1991, o Dia Internacional do Idoso, comemorado nesta terça-feira (1º), é uma oportunidade para que as pessoas lembrem que a idade chega para todos, e que, com ela, novas dificuldades surgem.

Para melhorar a qualidade de vida dessa parte da população, o Governo Federal criou diversas ações de articulação. O Programa Viver – Envelhecimento Ativo e Saudável e o Brasil Amigo são alguns exemplos de iniciativas que têm o potencial de mobilizar, articular, integrar a sociedade e o Poder Público em defesa dos direitos da pessoa idosa.

Programa Viver

Balneário Camboriú (SC) é referência em políticas para pessoas idosasInclusão digital e educação financeira são atividades que os idosos encontram nos locais onde foi implantado o Programa Viver. Para a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, a ações representam  a inclusão da pessoa idosa no mundo digital.”Temos muitos idosos que querem voltar para o mercado de trabalho, mas não têm ainda a qualificação na área da tecnologia”, disse Damares.

Lançada em março deste ano, a iniciativa leva informação e atividade aos idosos para garantir um envelhecimento saudável e com autonomia, já que a população brasileira está em trajetória de envelhecimento. É o que mostram os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que projetam que, até 2060, o percentual de pessoas com mais de 65 anos será de 25,5%.

Para além da inclusão digital, nos locais de convivência do Programa Viver, os idosos têm orientações sobre alimentação saudável, prevenção de doenças e atividades físicas. A expectativa é reduzir casos de depressão, doenças associadas ao envelhecimento e aumentar a confiança e autoestima dessa faixa etária da população.

“Temos que fazer um programa preventivo para que essa população idosa não fique ociosa dentro dos seus lares, tenha uma vida ativa e saudável, porque eles vão viver mais tempo. Temos que trabalhar a prevenção, porque a população brasileira será a quinta maior população do mundo em pessoas idosas”, afirma o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Antonio Costa.

Saiba mais sobre o Programa Viver.

Brasil Amigo

A estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa, criada pelo Ministério da Cidadania, contempla idosos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e reúne ações dos setores governamentais, organismos internacionais e instituições públicas e privadas. Ao aderir à estratégia, estados e municípios assumem o compromisso de garantir o direito dos idosos e de desenvolver ações voltadas a essa população. Organizado em plano que contém cinco fases, o acordo inclui termos como a criação ou fortalecimento dos conselhos municipais dos direitos da pessoa idosa; a capacitação de servidores e o desenvolvimento de plano de ação.

Fonte: Governo do Brasil