Grêmio vence a Chape na Arena Condá e se mantém no G-4

O Grêmio enfrentou a Chapecoense, no final deste domingo, na Arena Condá, em partida válida pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gol do atacante Luciano, o Tricolor venceu a equipe de Santa Catarina por 1 a 0 e somou mais três pontos na competição.

Logo aos dois minutos de bola rolando, o Tricolor conseguiu abrir o placar com Luciano. Após cobrança de escanteio, David Braz desviou de cabeça para Luciano que, de bicicleta mandou para o fundo das redes, assinalando um belo gol.

Outra chance saiu dos pés de Everton, que recebeu em condições um lançamento na entrada da área, mas o goleiro catarinense se adiantou e defendeu. A Chape tentou responder aos 10’, com Bruno Pacheco, mas ele não conseguiu passar por David Braz, que o desarme e colocou o Tricolor novamente no ataque. Cinco minutos depois, os donos da casa chegaram com uma jogada de Arthur Gomes pela esquerda, mas Kannemann cortou o cruzamento pela linha de fundo.

Aos 18’, o Grêmio tramou uma jogada com Alisson buscando Luciano na área, mas João Ricardo saiu o gol e conseguiu fazer a defesa, impedindo o ataque tricolor. Em seguida, Juninho foi acionado na lateral, dominou e cruzou, mas mandou pela linha de fundo.

Com 23 minutos jogados, os donos da casa tiveram uma chance e bola parada. Camilo cobrou a falta da intermediária, ela explodiu na barreira e sobrou para Márcio Araújo, que chutou forte, mas para fora. Cinco minutos depois, Alisson respondeu, fazendo um bom cruzamento na área, mas Galhardo não conseguiu alcançar.

Passados 32’, Everaldo arriscou de fora da área, acertando Kannemann próximo a marca penal. A bola saiu pela linha de fundo e os catarinenses alegaram que bateu no braço do zagueiro, mas foi no rosto.

O Tricolor seguiu insistindo e ameaçou novamente aos 36’. Desta vez, Darlan arrematou de longe, mas mandou muito alto e a bola se perdeu pela linha de fundo.

A Chapecoense teve outra falta a seu favor na sequência. Camilo colocou na área e a defesa gremista afastou – no contra-ataque, Everton foi lançado e arrancou em velocidade, mas ao chegar na área, acabou esbarrando com o marcador e caiu.

No segundo tempo, a Chapecoense foi a primeira a chegar, ameaçando com Camilo aos 5’, que chutou da direita no meio do gol, mas Paulo Victor conseguiu defender. Já o Grêmio teve uma falta muito próxima a risca da grande área. Alisson cobrou muito bem, exigindo uma grande defesa de João Ricardo, com 9’. Em seguida, Galhardo finalizou de longa distância, da direita, mas mandou pela linha de fundo.

Aos 18’, Matheus Henrique foi a linha de fundo e cruzou na área, pela direita, buscando Tardelli, mas a zaga do time catarinense afastou. Logo na sequência, Luciano recebia um passe na área e dividiu com marcador, caindo no gramado, mas nada foi assinalado.

Com 24’, em sua primeira participação na partida, Pepê foi acionado por Darlan na direita, recebeu e mandou a gol, mas a bola saiu um pouco forte e por cima da meta. Dez minutos depois, o Grêmio teve uma falta da extrema esquerda. Alisson colocou a bola na área, mas João Ricardo ficou com ela.

A Chape levou perigo aos 37’. Depois de erro na saída de jogo tricolor, Everaldo pegou a sobra e finalizou, mandando na rede pelo lado de fora.

Na reta final, aos 47 minutos, os gremistas tiveram uma falta da direita. Alisson acionou Everton, que acabou barrado pela defesa adversária e recuou a bola.

Com o resultado, o Grêmio soma mais três pontos, chegando a 56, permanecendo na quarta posição na tabela de classificação.

Foto: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

Fonte: Grêmio Foot-ball Porto Alegrense