Representantes do MERCOSUL avançam nas discussões sobre o Patrimônio Cultural da região

Nos dias 09 e 10 de novembro, a cidade de São Miguel das Missões (RS) sediou a XIX Reunião do Patrimônio Cultural do MERCOSUL. Um dos destaques da reunião foi a comissão – formada por representantes das delegações sobre do tema – ter acolhido a proposta de avaliar a postulação de quatro teatros para reconhecimento como Patrimônio Cultural do grupo. A proposta abrange o Teatro Colón, em Buenos Aires; o Teatro Solís, em Montevidéu; o Teatro Municipal, em São Paulo e o Teatro Municipal no Rio de Janeiro.

Na ocasião, houve ainda o encontro do Comitê Técnico de Patrimônio e Turismo do MERCOSUL (Compat). O comitê propôs os centros históricos de Ouro Preto e de Quito como sítios históricos de referência para produzir estudos que avaliarão a sua gestão turística. A proposta é que os resultados sejam apresentados em 2021 no III Seminário sobre Patrimônio e Turismo no MERCOSUL (Sempat), durante a próxima Presidência pro tempore brasileira.

Para a coordenadora executiva da Comissão de Patrimônio Cultural do MERCOSUL, Gabriela Gallardo, além da possível candidatura dos Teatros, houve outro avanço importante nas discussões das reuniões. Trata-se da itinerância da exposição 7 Povos: retratos de um território, que já está prevista para ser aberta em Montevidéu, em 2020 e durante a reunião. O Paraguai também manifestou interesse em apresentar a mostra no país.

Reunião de Ministros

No dia 11 de novembro, São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul, recebeu ministros da Cultura do Mercosul, bloco formado por Brasil, Bolívia, Paraguai, Uruguai e Argentina. A comitiva internacional esteve no Brasil em razão da 46ª Reunião de Ministros de Cultura do Mercosul, realizada terça-feira (12), em Porto Alegre.

Fonte: IPHAN