‘Trem das Missões: um reponte pelas etnias’ inicia nesta sexta-feira em Santo Ângelo

0
40

A comunidade Santo-angelense está convidada a participar do evento “Trem das Missões: um reponte pelas etnias”, que será realizado nos dias 20, 21, 22, 28 e 29 de setembro, nos Municípios de Santo Ângelo, Catuípe e Ijuí, e remete a vários valores entrelaçados: histórico-cultural, simbólico, econômico e turístico.

O evento é uma iniciativa conjunta do Ministério Público Federal em Santo Ângelo, Associação Brasileira de Preservação Ferroviária – ABPF, Associação das Entidades Tradicionalistas de Santo Ângelo – ASSESTRASA e Poder Público de Santo Ângelo, Catuípe e Ijuí, e tem o objetivo de envolver a comunidade local e regional no resgate da memória ferroviária, permitindo o contato com o transporte ferroviário, componente fundamental na formação de diversos municípios da região, e com as estações, patrimônio de grande valor histórico e cultural que ainda povoa o imaginário regional.

Muitos acontecimentos importantes ocorreram nesses 100 anos da ferrovia. Esses cenários resumem um pouco da história inglesa (projeto arquitetônico da estação de Santo Ângelo), da belga (caixa d’água importada da Bélgica e instalada em Santo Ângelo), da Coluna Prestes (Luís Carlos Prestes participou da construção da ferrovia e, quando da formação da Coluna, houve reuniões na atual estação de Santo Ângelo), da emancipação da Colônia de Ijuhy (viagem inaugural do engenheiro Augusto Pestana, administrador da Colônia de Ijuhy), do povoamento de Catuípe (inauguração da estação em 1915) e de tantas outras histórias de vida que por aqueles locais passaram.

De acordo com o Procurador da República de Santo Ângelo, Osmar Veronese, “evidente que sempre desejamos que a preservação da história acontecesse com a ferrovia viva, transportado a riqueza e semeando cultura por onde passa o trem. Entretanto, reconhecendo a imensa dificuldade desse ideal, trabalha-se no âmbito do possível, resgatando parte do patrimônio abandonado, buscando atrair o olhar de turistas e visitantes, fomentando a economia e a cultura, ajudando a desenvolver as cidades, além de injetar autoestima na população. Assim, mantém-se o sonho da ferrovia ativa, da economia forte, do patrimônio preservado e de uma cultura que abrace e difunda todos esses valores!”.

Os ingressos para os passeios já estão disponíveis no link https://ihtur.com.br/, A ACISA é apoiadora do evento. Convide seus familiares e amigos e participe! Vamos fazer parte da preservação da memória e conservação do patrimônio, resgatando lembranças e propiciando às novas gerações uma oportunidade ímpar de encontro do passado com o futuro.

Fonte:ACISA

Publicidade